Por que me mudei para a Itália?

Atualizado: 25 de ago.

Se você acredita na Lei da Atração, fique comigo!


Certa vez meu pai me perguntou: “se os negócios estão indo bem, por que mudar de país?”. Essa pergunta me inspirou a escrever este artigo para contar o que me fez querer sair do Brasil e como foi este processo.


Apesar da instabilidade política e econômica que o país enfrentava, eu estava indo bem com meus projetos, e foi justamente por isso que eu comecei a pensar que nada me impedia de crescer e prosperar, onde quer que eu estivesse.


Foi então que passei a medir alguns valores que vão além do profissional, afinal, além da solidez financeira, eu também prezo por qualidade de vida, educação de qualidade para minha filha, segurança, mobilidade, além de muitos outros fatores que, infelizmente, ainda deixam a desejar no Brasil.


Sendo assim, visando meu sucesso em todas as esferas da vida, comecei a cogitar a possibilidade de sair do Brasil. Até porque no mundo do empreendedorismo, as conexões são muito importantes, e morar fora me proporcionaria expandir minhas relações e contatos internacionais, além de me abrir portas para novas experiências.


No meio de todas essas ideias, o universo foi conspirando a meu favor e, sutilmente, me apresentando à Itália. Ora! Quem não gostaria de usufruir do melhor sorvete do mundo, ter acesso ao continente europeu, andar por ruas limpas, seguras e ainda saborear as melhores pastas e vinhos? A lei da atração é algo mágico e me trouxe para o melhor lugar que eu poderia estar: o aqui e o agora, em Belluno!



A Lei da Atração

A lei da atração estabelece que todo evento, positivo ou negativo, que acontece em sua vida foi atraído por você. Por isso mesmo, acredito que tudo aconteceu perfeitamente, conforme todos os acasos do destino.


Em meados de 2017, minha mãe decidiu que faria uma viagem para a Itália, especificamente para Belluno, cidade onde morou há 10 anos. Ela queria visitar alguns amigos e, por isso, comprou uma passagem. Coincidentemente, a partir daí, comecei a vivenciar diversos “chamados” ao país. Naturalmente, meu pensamento se voltava para a viagem de minha mãe e à cultura italiana.


Neste mesmo período, eu estava em contato com a Hylea Ferraz, então futura diretora da Associação Cultural Italiana de Londrina, minha cidade natal. Na época, começamos a pensar na criação de alguns eventos italianos para a Associação, e por acaso, nesse meio tempo, surgiu uma marca de vinho da Itália querendo expandir seus novos rótulos para Londrina e região.


Foi quando assumi esse projeto e planejei como seria o lançamento destes rótulos no Brasil. Organizei a estrutura do evento, fiz o planejamento de comunicação, cuidei da venda de convites e dos layouts da campanha, até chegar o grande dia, ou melhor, a grande noite do “Wine Taste Dinner”, um jantar harmonizado típico italiano, com degustação de cinco rótulos da Vinícola Pilandro, que coincidentemente fica bem próximo a Belluno.


O jantar foi um sucesso! Tanto é que tive de aumentar o número de mesas em cima da hora, para atender um público “extra”, vamos chamar assim! =)



E foi durante toda essa organização e realização do “Wine Taste Dinner”, que conheci a Patrícia, proprietária da vinícola Pilandro. Em uma de nossas conversas, aconteceu um gesto marcante: minha filha Alice, de apenas 5 anos, se aproximou com um dos folders da vinícola em mãos. Neste folder haviam algumas fotos da propriedade e Alice se impressionou com a imagem da casa amarela no meio da plantação de videiras. Foi então que a Patrícia comentou ter dois gatinhos lá na casa e completou a frase dizendo as palavrinhas mágicas: “Alice, você vai conhecer a minha vinícola pessoalmente, então você poderá brincar com meus gatinhos!”.



Nesse instante tive uma sensação diferente, de que a Lei da Atração poderia simplesmente estar agindo. Eu estava certo! Em poucos meses, eu, minha esposa e Alice estávamos na vinícola, conhecendo toda a propriedade e a produção dos Vinhos Pilandro e claro, conhecendo também, os dois gatinhos da Patrícia, que estavam no folder.



Desde julho de 2018 estou morando na Itália, com minha esposa e minha filha. O processo de adaptação está sendo bastante interessante, uma vez que tudo, absolutamente tudo, funciona diferente por aqui. Muita tecnologia e desenvolvimento a cada prestação de serviço.


Como eu citei no começo, Belluno tem características incríveis, digna de, em 2018, conquistar o título de melhor cidade para se viver na Itália.



Para saber o que a torna melhor e tão especial assim, me acompanhe aqui no Blog que logo postarei as belezas e curiosidades de Belluno

.

Ciao, si vediamo!


Um forte Abraço,


Jonattan Belluzzi

Produtor e Especialista em Marketing de Patrocínio

214 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo